Tesão & Álcool

Chamar pra tomar um vinho ou uma brejinha é mais do que clássico antes do rala e rola, né? Tem muita gente que não consegue nem se soltar num primeiro date sem bebericar um drink antes. 

Mas e aí, melhora o sexo? Piora? Tem que ter?

Vem cá saber >>>>


Só bicando

O álcool pode te ajudar a se desinibir no sexo sim, se abrir mais, ficar sem vergonha (no melhor sentido da frase), soltar a conversa, o riso, a coragem…Não vamos negar que uma tacinha de vinho é uma delícia e que dá um bom frisson.

Mas é claro que estamos falando de pouca quantidade de álcool, tá?


Não é essencial, não é sobre isso

O álcool até pode te dar uma mãozinha, mas definitivamente não é essencial pra transar, nem pra nada. Somos adultes e não precisamos e nem devemos contar com isso pra tudo, né? 

Até porque, no momento que você sente que não consegue transar ou fazer algo sem álcool, o problema já é outro. (E tem tratamento)


Consentimento

O primeiro da fila dos problemas quando a gente pensa no exagero da bebida, é o consentimento. Quantas mulheres já foram abusadas e os boys jogaram essa desculpa? (Infelizmente é a nossa triste realidade).

Ainda mais quando a gente não conhece a pessoa com quem tá saindo, a melhor maneira é ter consciência e clareza de todos os acontecimentos durante o sexo, e pra isso, beber pouco álcool é bem importante.


Broxa

Pode não parecer, mas o álcool age como depressor do sistema nervoso, e não o contrário.

Ou seja, ele pode até te dar uma sensação de um fogo instantâneo, mas na hora do vamos ver ele mais atrapalha do que ajuda porque diminui a libido e faz com que seja difícil segurar a ereção (isso vale para pessoas com pênis ou também com vulva, já que a vulva também fica ereta).

Tava loque bêbada, foi lá tentar transar e acabou capotada & sem tesão? Pois é.

 

Responsa, amor

Além de tudo isso, a chance de você fazer besteira porque exagerou no álcool e depois não se lembrar, ou se arrepender, é bem maior, né amores?

Fazer sexo desprotegido (deusa te livre), ou ultrapassar seus próprios limites não é legal. Ter senso de autopreservação e autocuidado nesses momentos é muito muito importante! Foca em você!

Mas também, sem moralismo: a gente tá falando de exagero aqui, tá bem?

Até porque, o mais importante é você reconhecer os seus limites e saber por si mesma até onde pode ir, então relax!

Exagero não é bom em nada no mundo! É só se cuidar, que não tem mal nenhum :)

Gostou? Deixe seu comentário

Não aceitamos discurso de ódio. Todos os comentários serão moderados antes de serem publicados.

primeiro toy? vem comigo