E o tal do Orgasmo Múltiplo?

Se um orgasmo é bom, dois, três, quantos você quiser, pode ser melhor ainda. Como já disse no texto anterior: O clitóris é um presente da natureza. E não só pelas suas 8 mil terminações nervosas, por ser feito apenas para dar prazer, nem por nunca envelhecer (tópico para um texto futuro, ein?), mas também porque com ele temos a dádiva dos orgasmos múltiplos! 


E como funciona esse tal de orgasmo múltiplo? Muitas pessoas pensam que é um grande e demorado orgasmo quase que impossível e sobrenatural. Mas não é, felizmente é algo bem mais simples. O orgasmo múltiplo acontece quando após o primeiro orgasmo, continuando nos estimulando até ter o próximo, e depois o próximo, e se quiser mais um até não querer mais. É algo que requer principalmente vontade própria e disposição. 



Enquanto o pênis entra num período retrátil após o primeiro orgasmo, e  leva entre alguns minutos ou até algumas horas para conseguir ter uma ereção novamente, o belíssimo clitóris funciona de outra maneira. Ele continua ereto e cheio de sangue na região mesmo após o pico de prazer, e muitas vezes gera até mais tesão e lubrificação depois desse primeiro momento. Maravilhoso ver como o nosso corpo funciona, não é?


Mas apesar das vantagens, é bom que todas saibam:

1) Ninguém precisa ter orgasmos múltiplos, se depois do primeiro você só quer tirar uma sonequinha e ficar de boa, ótimo!

2) Nem todas vão conseguir de primeira com uma super facilidade, e também tá tudo bem. Muita expectativa pode acabar gerando frustração, e não é isso que queremos.

3) Não existe uma receita de bolo, mas algumas coisas que podem ajudar são: Estar o mais relaxada possível, principalmente com tempo e paciência para investir nesse momento; Tentar intercalar tipos de estímulos, nessa hora vale massagem clitoriana com os dedos, um vibrador ou vários tipos de vibradores, línguas para as que estiverem acompanhadas. O primeiro orgasmo foi de um jeito? Tente o segundo de outro.

4) Exercícios de pompoarismo, também conhecidos como exercícios de kegel, são grandes aliados da saúde e também são ótimos pra ajudar em coisas como essa.

5) Todas temos a capacidade multiorgástica, mas acessar isso vai ser um processo pessoal e funcionar de uma maneira diferente pra cada uma. 




Não se esqueça, somos potentes, capazes de muita coisa, e tem uma magia real e pura guardada no nosso corpo!

 

© Texto de Clariana Leal, Educadora Sexual e sócia da Climaxxx.

Todos direitos reservados.

1 comentário

Engraçado que sempre achei que orgasmo múltiplo fosse esse rolê “duradouro, intenso, inatingível”, e lendo o texto descobri que desde que me conheço por gente (ou melhor, desde que conheço minha ppkona) eu tenho tido orgasmos múltiplos sem nem saber. Me masturbar é sempre uma atividade que leva de 20min à 1h. Gozo diversas vezes! Inclusive mais sozinha do que com algum(a) parceiro(a).
Obrigada pelo conhecimento compartilhado. 💗

Gabs julho 29, 2020

Deixe um comentário

Todos comentários são moderados antes de serem publicados