Orgasmo e Drogas

Muita gente usa droga, muita gente faz sexo e algumas pessoas fazem sexo depois de usar droga. Você cita uma droga, e sempre vai ter alguém dizendo que adora transar usando isso.

Não adianta a gente se fazer de desentendido: a grande maioria da humanidade adora ficar bem louca. E, no momento em que nós, seres humanos, descobrimos como queimar, fermentar ou sintetizar substâncias que alteram a mente, achamos também maneiras de incorporar isso em nossas vidas sexuais e esse post é justamente sobre isso. Vamos lá?

Tanto o orgasmo quanto as drogas são experiências sensoriais e hormonais, que ativam o nosso sistema de recompensa do cérebro. E por isso, ambos estão intimamente conectados por eles, hormônios: do prazer à abstinência, numa dança que pode trazer mais vida ou te conduzir diretamente pra um teto preto.

Esse não é um post pra você usar droga (até porque, você vai ver mais adiante, o sexo no geral fica bem pior com ela), mas pra você ter consciência do que tá pra além do desejo, tá?

 

#drunk from Holding on to love in a cold world

Álcool

O álcool é a droga mais consumida no sexo (e na vida) e também a que possui estudos mais concretos quanto à sua influência no comportamento sexual, sendo a droga presente em quase 50% das novas interações sexuais nos EUA. Ao beber, pode haver uma grande sensação de desinibição - e talvez seja isso que as pessoas mais esperam em relacionar sexo a álcool - que pode encorajar ao sexo desprotegido. No geral, o consumo de álcool piora a ereção, pode gerar uma grande dificuldade em atingir o orgasmo (principalmente em quem tem vulva) e piorar a lubrificação, principalmente se você tentar transar bebassa.

 

#ruinedchildhood from Marijuana - Legalize.co

MACONHA

A marijuana tem nossos corações e escrevemos um post especialmente falando sobre tesão e maconha aqui na pag. Associada ao prazer sexual devido ao aguçamento dos sentidos, a ganja pode aumentar a libido e facilitar o tesão, e em alguns casos, dificultar a ereção. Há várias teorias sobre os ajustes neuroquímicos que a maconha faz nos cérebros para alcançar isso. Porém, no geral, sabe-se que a maconha amplia as sensações, o que pode aumentar ou derrubar o desejo sexual, dependendo do estado mental e do ambiente onde a pessoa esteja acendendo seu beck. Alguns estudos ligam o consumo de maconha a diminuição da testosterona e redução da mobilidade dos espermatozóides.

 

#daisy duck from 25¢

MDMA

Ecstasy, MDMA, bala, molly: a droga do amor não levou esse nome à toa. A bala é uma droga empatógena, ou seja, um dos seus efeitos é criar uma sensação de empatia, harmonia e conexão emocional, que deixa a maior parte das pessoas que usa com aquela sensação de eu amo o mundo e o mundo me ama. No fim, o MD atua mais sobre a proximidade emocional das pessoas do que especificamente na libido, e talvez essa proximidade influencie no tesão. Durante o sexo, há relatos de impedimentos sexuais provocados pelo entorpecente, de diminuição do desejo sexual a disfunção erétil. Conclusão: parece que o ecstasy funciona melhor pra momentos de carinho do que pra uma noite inteira de sexo.

 

COCAÍNA

Todo mundo já ouviu a história de alguma suruba regada a sexo e cocaína. As anfetaminas inundam o cérebro com dopamina, que aumenta a sensação de prazer, e noradrenalina, que aumenta a resistência, fazendo com que a pessoa se sinta positiva, energizada e focada. As pessoas têm essas experiências nas quais elas transam, transam e transam e não gozam. Só que isso também altera a tomada de decisões, podendo levar a uma ênfase exagerada em desejos pessoais e resultados de curto prazo, além do risco de sexo desprevinido e violento. A cocaína também aumenta os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea, o que amplia as sensações físicas ao mesmo tempo em que também retarda o orgasmo. Em longo prazo, o uso dessas drogas pode levar a problemas com ereção e libido além de danificar os receptores de prazer, fazendo com que você só consiga dar uma depois de uma carreira.

 

#Drugstore Cowboy from That's some bad hat Harry

POPPERS

Esse também já foi falado aqui! Os nitritos (mais conhecidos como poppers) provavelmente são as drogas dessa lista mais diretamente associadas ao sexo. Proibidos no Brasil mas vendidos em sex shops na gringa, poppers são vasodilatadores: relaxam os vasos sanguíneos e também todos os músculos e tecidos moles, incluindo o ânus e o esfíncter – um combo que os torna ótimos para quem está interessado em sexo anal. Os efeitos são rápidos e o líquido é super inflamável, podendo até queimar quando em contato direto com a pele. É muito arriscado usar em conjunto poppers e remédios para disfunção erétil (tipo viagra), visto que ambos dilatam os vasos sanguíneos e a combinação das duas drogas pode resultar numa perigosa queda da pressão arterial, levando a desmaios.

#share from Chief Prime Leaf

Concluindo: no geral, usar droga e transar não parece ser a melhor das ideias. As drogas podem até nos tornar mais desinibidos, sociáveis e com um sentimento de maior estima, o que pode aumentar a nossa libido e deixar a gente na vontade de fazer amor. Mas na prática, o sexo costuma ser pior chapado, com direito a perda de ereção e de lubrificação, orgasmos que não vem nunca (ou que demoram muito mais para acontecer) ligados a possibilidade de sexo desprotegido e ainda machucar nossos genitais pela intensidade da trepada na busca do gozo. Ao longo prazo, a coisa fica pior ainda, e algumas pessoas perdem totalmente a capacidade de transarem sem estarem chapadas, o que chamam de Chemsex.

AVISO: As drogas afetam pessoas diferentes de maneiras diferentes, e por isso você deve estar 100% consciente do que tá usando. Elas podem abrir as portas para o êxtase ao mesmo tempo que podem fazer com que a gente se arrisque e tome decisões perigosas baseadas em nada. A gente sabe que existe uma grande relação entre as drogas e abusos sexuais que acontecem no mundo, então atenção. Vale dizer que os efeitos ficam mais complexos e imprevisíveis quanto mais drogas entrarem nessa mistura. Se liga.

 

FONTES:

https://www.vice.com/amp/pt/article/ywknvj/como-a-cocaina-afeta-o-esperma-e-o-pau-do-usuario

https://sexosemduvida.com/entenda-os-efeitos-de-cada-droga-na-sexualidade/

https://super.abril.com.br/ciencia/estudo-revela-quais-as-drogas-mais-usadas-durante-as-rel acoes-sexuais/amp/

https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2019/08/28/risco-duplo-por-tras-de-sexo-q uimico.amp.htm

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sexo_e_drogas


https://www.inpasex.com.br/wp-content/uploads/Drogas-Licitas-Ilicitas-e-Sexualidade_Dr-Da niel-Socrates-compactado.pdf

https://oglobo.globo.com/saude/ciencia/maconha-estudos-mostram-que-erva-melhora-experi encia-sexual-entenda-25461921?versao=amp

_

© Texto de Larissa Ely. Lari é designer, fundadora & sócia da Climaxxx.

 

© Todos os direitos reservados.

Gostou? Deixe seu comentário

Não aceitamos discurso de ódio. Todos os comentários serão moderados antes de serem publicados.

primeiro toy? vem comigo